Entenda a importância dos Metadados na gestão da sua empresa e análise de dados 

Cada vez mais empresas estão aderindo a Transformação Digital, tecnologias estão sendo implementadas nos processos corporativos promovendo uma mudança organizacional. E durante esse novo momento, as decisões precisam se fundamentar nos dados que estão sendo gerados.

Com o Big Data ganhando cada vez mais espaço nas empresas, cria-se oportunidades de captar esses dados disponíveis, cruzá-los e compará-los, por mais de uma fonte, para obter insights e novas perspectivas. Conheça o significado dos Metadados e como se dá a sua importância em uma gestão orientada por dados.

O que são Metadados?

Metadados são dados que carregam informações sobre outros dados, como a respeito do que se tratam e o seu valor. Eles descrevem, rotulam a estrutura e composição de um dado principal, apontando suas especificações e utilidade das informações. Ou seja, metadados reúnem informações estruturadas que descrevem e identificam dados, auxiliando no gerenciamento, localização e preservação.

O prefixo “meta”, de origem grega, significa “depois, além de”. Ou seja, metadados significa além dos dados. Façamos uma analogia para exemplificar o significado do conceito: ao visitar uma biblioteca, é preciso acessar um catálogo para encontrar um livro com mais facilidade, em vez de olhar aleatoriamente em todos os locais. Isto é, o catálogo reúne os dados sobre os outros dados, que neste caso são os livros.

Sem que percebamos, somos cercados por metadados: números de telefone, endereço de e-mail, localização do celular, data e hora das ligações, arquivos, fotos (que contém informações do local em que foi tirada, equipamento e tipo de arquivo), são só alguns exemplos. Detalhes como autor e descrição de um documento, sua data e local de criação, também são exemplos de metadados. 

Tipos de Metadados

Os metadados possuem as mesmas classificações dos dados:

  • Estruturados: armazenados e organizados em uma estrutura previamente planejada, como por exemplo um formulário com os campos: nome, e-mail. 
  • Não estruturados: não possuem uma estrutura definida, sendo flexíveis e dinâmicos. São provenientes de conversas, áudios, vídeos, documentos ou imagens.
  • Semi estruturados: possuem estrutura, mas possuem flexibilidade, sem um formato específico. Estruturas como XML (Extensible Markup Language), JSON (Javascript Object Notation), RDF (Resource Description Framework), são exemplos de dados semi estruturados.

Importância dos Metadados para a Análise de Dados

Executar uma Governança de Metadados significa observar a importância, padrões, ciclos de vida e estatísticas dos metadados, além de como as atividades e o gerenciamento de dados integram os metadados.

Assim sendo, realizar uma boa governança de metadados permite compreender a forma como os dados estão sendo gerados dentro da sua empresa, mapeando o fluxo dessas informações. Desse modo, o negócio saberá o trajeto dos dados até serem captados, registrados e analisados.

Os metadados também são conhecidos por dar contexto às informações. Ao trabalhar com um determinado volume de dados, será possível saber previamente, antes de lidar diretamente com eles, do que eles se tratam, de onde saíram e a data de captura. 

Com uma boa gestão de metadados, é possível conectar e relacionar contextos e realizar cruzamentos dos dados, simplificando deste modo as descrições e criando vocabulários ou glossários. 

Se não houver e for mantida uma certa qualidade da gestão de metadados, há o risco das análises de dados serem feitas de forma errada, prejudicando as ações, a área operacional e estratégica. Ter uma estratégia de metadados bem definida garante controle consistente, acessibilidade, e a construção de um ecossistema relevante de dados no ambiente da empresa.

Benefícios dos Metadados

  • Localizar os dados mais facilmente e com velocidade, tornando o acesso mais ágil;
  • Identificar lacunas para investir em melhorias na captura dos dados, pois os metadados auxiliam a perceber quais volumes de dados estão mais ou menos completos;
  • Maior aproveitamento dos dados, pois será possível entender previamente os benefícios e utilidade daqueles dados;
  • Aumento da segurança das informações, visando a Lei Geral de Proteção de Dados. Pois os metadados podem ser utilizados sem ferir políticas de privacidade;
  • Melhora na análise de dados, pois a empresa será mais eficiente ao encontrar, capturar, cruzar e analisar os dados.