Dê o pontapé inicial para que sua gestão se torne orientada por dados

A gestão que é orientada por dados tem acesso, no momento em que precisar, as informações estratégicas sobre o negócio. A análise dos dados gerados no dia a dia da empresa, pelos processos e resultados obtidos, são o que permitem ao negócio ter esse tipo de acesso no momento em que desejar. Mediante a isso, a empresa consegue identificar e antever problemas, conhecer as tendências de mercado e prever comportamentos dos clientes.

Colocar os dados como parte indispensável da gestão contribui para que a administração da empresa e a equipe estejam atentas em relação a produtividade e desempenho dos processos. Se tornar uma empresa com a gestão orientada por dados é um processo contínuo. Porém, é preciso começar essa transição aos poucos, deixando claro o propósito e objetivo de se tornar um negócio orientado a dados.

Contudo, antes mesmo de iniciar seus investimentos para aderir a esse tipo de gestão, você precisa dar o primeiro e um dos mais importantes passos: entender quais são os principais objetivos da sua empresa

Quais são os objetivos da sua empresa?

O primeiro passo a ser dado para estabelecer uma gestão orientada por dados em sua empresa é ter o total conhecimento a respeito dos objetivos e premissas de seu negócio. É necessário que a missão e visão estejam bem definidos e claros, para que desse modo sejam desenvolvidas metas e objetivos alinhadas com a missão e visão..

Reconheça, entenda e compartilhe os principais objetivos de seu negócio. De que maneira os dados poderiam ajudar a sua empresa a atingir as metas e resultados esperados? Defina as suas intenções e planos com os clientes, aonde você quer chegar com eles. Compreenda a situação econômica atual e de que modo ela interfere ou pode interferir em seu negócio e segmento. Só assim se torna possível antever os movimentos e estar à frente da concorrência.

Ao garantir que a visão e missão da sua empresa, mais as metas e objetivos estão todos alinhados, você terá dado o primeiro e primordial passo para implementar uma gestão orientada por dados. 

Ferramentas para essa fase inicial 

Para definir seus objetivos empresariais, e para que eles sejam corretos e coerentes, é preciso analisar a sua empresa olhando para dentro dela e para o mercado, no qual ela está inserida. Realizar uma análise completa viabiliza a você ter uma visão ampla e conseguir  interpretar situações sobre como está a estrutura da empresa, o funcionamento das atividades e eficiência dos processos internos. Como já afirmamos antes, estar ciente do cenário econômico em que seu negócio está inserido também é fundamental.

Conheça agora três ferramentas que podem te ajudar nesse momento:

Análise SWOT

A Análise SWOT realiza um diagnóstico para identificar a real situação da empresa e do ambiente que ela está inserida. Com o direcionamento das 4 palavras (traduzido para o português) que formam a sua sigla, (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) informações são levantadas e novas ações são tomadas com direcionamentos específicos.

As Forças e as Fraquezas têm o objetivo de realizar uma análise interna, isto é, de todas as questões positivas e negativas  que envolvem a empresa. Oportunidades e Ameaças analisa o ambiente externo, de situações que não estão sob seu controle. A avaliação de cenários que a Análise SWOT proporciona gera um panorama completo de todas as áreas do negócio e mapeia os pontos que estão fluindo ou não.

Método PDCA

O Método PDCA é mais direcionado para o tratamento de problemas empresariais específicos, mas também se aplica a essa fase de análise da empresa. Esse método guia às intervenções necessárias para a solução de um problema, principalmente para melhoria dos processos e resultados. Se dividindo em 4 etapas, o PDCA se aplica quando a causa de um problema é desconhecida. Ele também é indicado para o controle de qualidade e melhoria constante dos processos.

O PDCA se refere a sigla em inglês Plan (planejar), Do (fazer ou execução), Check (checar ou controle) e Act (agir). Cada uma dessas palavras direciona o que será feito no passo a passo da aplicação do método.

Conheça a persona do seu negócio

Persona é o perfil completo de uma pessoa que imaginamos como o cliente ideal para a empresa. Você pode usar a demografia dos compradores, o perfil dos concorrentes e outras características do público da sua empresa para definir a persona de sua empresa. A idade, o local onde mora, a profissão, se tem filhos ou não, são informações que também podem compor a sua persona.

Conhecer a sua persona e sempre recorrer a ela é um auxílio fundamental para o planejamento estratégico.

Dê o primeiro passo

Ter informações estratégicas sobre sua empresa é imprescindível não só para adotar uma gestão orientada por dados mas para a própria sobrevivência de seu negócio. Antes de qualquer mudança dentro de sua empresa, o primeiro passo é fazer uma auto avaliação, para analisar a sua condição atual. 

Faça uma análise completa para que desse modo você tenha um diagnóstico sobre como anda a saúde de sua empresa, e a partir disso, iniciar as mudanças. A gestão orientada por dados somente será bem sucedida se estiver alinhada com as premissas da empresa, com a missão, visão, metas e objetivos institucionais.

Imagem: Fundo foto criado por pressfoto – br.freepik.com